poetry

O Rei Que Tudo Perdeu

Por vezes, a vontade de escrever é tanta que até a tinta desliza pelo papel sem qualquer esforço. Letra a letra. Partícula a partícula. Tudo se compõe.

Trago-vos um pequeno poema (se se pode chamar isso!) que compus em 2012 e que se chama, como podem deduzir, O Rei Que Tudo Perdeu.